Categories
Autism

High tolerance to pain: super-power or kryptonite?

This week I was having a shower and noticed a bump on my leg. It was a spider bite, already infected, and next to it a bruise. Everything is ok, and I managed to clean it up and to disinfect it, but this made me think about the bad part of having high tolerance to pain.

I always had trouble noticing pain-inducing moments. This is connected with my hyposensitivity to touch. I fell and got up again, not noticing hurt knees, got burned on the stove and only noticed once I see the burn, or see random bruises on my legs I have no idea how I made them (probably dancing around the house and bumping into furniture).

This seems clearly a super-power, a super strength or to endure pain and only noticing it once you actually see that you should be feeling pain. However, it might actually be quite dangerous.

The fact I only noticed after a full day a spider bite could’ve gone very wrong if I was in a place where they were actually dangerous. I’ve been to several places where they were and I was terrified to not notice a bite, touch or bump of a poisonous/venomous animal on me and carry on. In the day to day it is also tricky, since I constantly use the oven but don’t notice it is too hot, and get a lot of burns, or cut myself and only notice once I see blood. It could also lead to a very bad infection or sepsis.

Our pain is available for us to signal a dangerous moments for you to flee. If we do not have this signalling, we are more vulnerable to actually get serious injuries and not notice them, potentially aggravating them.

If you have high tolerance of pain, make sure to check your body for new bruises, cuts or burns. Try to be aware of moments where you can get hurt and try to make sure you are safe enough.

For parents of children with high tolerance, please be aware your child might be hurt and not notice. Find moments to teach them about pain and getting hurt, and the importance of being careful.


Alta tolerância à dor: super-poder ou kryptonite?

Esta semana eu estava a tomar banho e notei um inchaço na perna. Era uma picada de aranha, já infectada, e próximo a ela uma pisadura. Está tudo bem e consegui limpar e desinfetar, mas fez-me pensar na parte má de ter alta tolerância à dor.

Sempre tive dificuldade em perceber os momentos que causavam dor. Isso está relacionado com minha hipossensibilidade ao toque. Eu caia e levantava-me de novo, sem perceber joelhos magoados, queimava-me no fogão e só percebia quando via a queimadura, ou descobria pisaduras aleatórias nas minhas pernas, sem ter ideia de como as fiz (provavelmente ao dançar pela casa e ao ir contra os móveis).

Isso parece claramente um super-poder, uma super-força ou para suportar a dor e só a sentir quando realmente vê que deveria estar a sentir dor. No entanto, pode ser muito perigoso.

O facto de que só ter percebido depois de um dia inteiro que uma picada de aranha poderia ter dado muito errado se eu estivesse em um local onde elas fossem realmente perigosas. Já estive em vários lugares onde eram e fiquei com medo de não notar uma mordida ou toque de um animal venenoso em mim e seguir em frente. No dia a dia também é complicado, pois uso o forno constantemente, mas não percebo que está muito quente, e fico com queimaduras, ou corto-me e só reparo quando vejo sangue. Também pode levar a uma infecção grave ou sepsis.

A nossa dor está disponível para nos sinalizar momentos perigosos para fugirmos ou nos protegermos. Se não tivermos essa sinalização, ficamos mais vulneráveis a realmente sofrer lesões graves e não as sentir a tempo, potencialmente agravando-as.

Se tem alta tolerância à dor, certifique-se de verificar seu corpo para ver se tem novos hematomas, cortes ou queimaduras. Tente estar ciente dos momentos em que pode se magoar e tente certificar-se de que está seguro o suficiente.

Para pais de crianças com alta tolerância, esteja ciente de que seu filho pode magoar-se e não perceber. Encontre momentos para ensiná-lo/a sobre dor, e a importância de ser cuidadoso.

2 replies on “High tolerance to pain: super-power or kryptonite?”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s