Categories
Women's Rights

Women’s Unpaid Work

Unpaid work includes cooking, housework, gardening, elderly care, childcare and others.

Unpaid work is not included in the countries GDP (Gross Domestic Product), however there are some economic theories that it should, since in Africa, for example, gathering firewood, is a very productive and essential activity in the rural area. However, it hasn’t been included since it was associated as women’s work.

If we want a proper distribution of work, we need to consider unpaid work into the GDP, and to implement policies for redistribution of work, and to free women from it, as much as possible.

If you would like more information on the value of unpaid work, policies for redistribution and introduction in the GDP check “Reducing and Redistributing Unpaid Work: Stronger Policies to Support Gender Equality” or UNWomen.


Mulheres e meninas fazem 12.5 biliões de horas de trabalho não pago por dia, globalmente, o que contribui com 10.8 triliões de dólares, ao ano para a economia global (3 vezes maior que a indústria tecnológica).

Trabalho não pago inclui cozinhar, trabalho em casa, jardinagem, tomar conta de idosos e tomar conta de crianças, entre outros.

O trabalho não remunerado não está incluído no PIB (Produto Interno Bruto) dos países, no entanto, existem algumas teorias económicas que deveria ser, já que na África, por exemplo, recolher lenha, é uma actividade muito produtiva e essencial na área rural. No entanto, até hoje não foi incluído, pois está associado ao trabalho de mulheres.

Se queremos uma distribuição adequada do trabalho não pago, precisamos inclui-lo no PIB, implementar políticas de redistribuição do trabalho e libertar as mulheres dele, tanto quanto possível.

Se quiser mais informações sobre o valor do trabalho não pago, políticas para a sua redistribuição e introdução no PIB, veja: “Reducing and Redistributing Unpaid Work: Stronger Policies to Support Gender Equality” ou UNWomen.

Categories
Anti-Racism Conversations

Anti-racism and Intersectionality

Feminism has to accommodate for intersectionality. Intersectionality is the interconnected systems of oppression, when race, disability, social status, etc, cross in who we are. Feminism is not supporting women if doesn’t includes different experiences about what it means being one. Different people have different privileges and it is important to acknowledge them so no women is left behind, specially the women that suffer the most.
The media attention is now dying out and we need to keep momentum on #blacklivesmatter by continue to talk about black experiences and making positive changes in the system. There is still protestors in the street and we still need to keep a spotlight on the voices of Black women.
For whoever is trying, just know a lot of people is going to try to drain your energy by demanding explanations, many just to get you tired, without sources or truth. No one will change the minds that do not want to learn. Take care of yourself and keep fighting by changing the system, not individual minds.

Books that are indispensible as feminists:

  • Why I’m no Longer Talking with White People About Race – Reni Eddo-Lodge
  • Black Feminist Thought – by Patricia Hill Collins
  • How to Argue With a Racist – Adam Rutherford
  • Hood Feminism: Notes from the Women That a Movement – Mikki Kendall

“Eu não sou livre enquanto uma mulher não é livre, mesmo quando as suas algemas são muito diferentes das minhas. E eu não sou livre enquanto uma pessoa de Cor permanecer acorrentada. Nem qualquer um de vocês. Eu falo aqui como uma mulher de Cor que não se inclina à destruição, mas à sobrevivência.” 1981, Audre Lorde.

O feminismo tem que acomodar a interseccionalidade. Interseccionalidade são os sistemas intersectados de opressão e discriminação, quando raça, género, deficiência, status social, etc, se cruzam. O feminismo não está a apoiar todas as mulheres se não incluir experiências diferentes sobre o que significa ser mulher. Pessoas diferentes têm privilégios diferentes e é importante reconhecê-las para que nenhuma mulher seja deixada para trás, principalmente as mulheres que sofrem mais descriminação. A atenção da imprensa está a diminuir e precisamos manter o ímpeto do #blacklivesmatter continuando a falar sobre experiências negras e fazendo mudanças positivas no sistema. Ainda há manifestantes na rua.

Para quem continua a tentar, saiba que muitas pessoas tentarão drenar a vossa energia exigindo explicações, muitas apenas para nos cansar, sem fontes ou verdades. Ninguém vai mudar de ideia que não tem a intenção de aprender. Cuide de si, mas continue a lutar para mudar o sistema, não mentes individuais.

Livros indispensáveis a feministas:

  • Why I’m no Longer Talking with White People About Race- Reni Eddo-Lodge
  • Black Feminist Thought – by Patricia Hill Collins
  • How to Argue With a Racist – Adam Rutherford
  • Hood Feminism: Notes from the Women That a Movement – Mikki Kendall
Categories
Conversations Women's Rights

Misogynistic quotes from politicians

We, as women, sometimes hear that feminism is not needed anymore. The vote is ours, they say, we have the power.
So I gathered some quotes from politians (current or from the last decade), that shows not only the importance of feminism, as the need of women in politics. Sexism is not abnormal, or rare. It does not have religion, political party or nationality. Sexism is so ingraned in politics that these quotes were ignored and these men continue in office. These are the men that write your laws and ask for your vote:

US:
“Just want to give a heads up to the women! You have rights! A right to cook and a right to clean. Today is Sunday and the NFL playoffs our on! I suggest you stop your b!tch!ng/protesting during this time. Because you also have a right to get slapped! ” J. R. Doporto, a city councilor from Carlsbad, New Mexico
“I understand that they feel like that is their body. I feel like it is a separate — what I call them is, is you’re a “host.” ” Oklahoma State Rep. Justin Humphrey, US about a bill where the women would have to ask permission to the man she had sex before abortion.
“Some girls, they rape so easy.” former Wisconsin State Assembly member Roger Rivard, US
“Can we get the parliamentarian to smile for us today?” Texas State Rep. Jonathan Stickland interrupted a session of the Texas House to ask a female assistant parliamentarian to smile.

Turkey: “A women who rejects motherhood, who refrains from being around the house, however successful her working life is, is deficient, is incomplete.” President Erdogan

Poland: “women must earn less than men because they are weaker, they are smaller, they are less intelligent.” Janusz Korwin-Mikke, Former EU member, currently a deputy for the Polish Parliament.

Philipines: “But she was so beautiful, the mayor should have been first. What a waste.” Rodrigo Duterte, President of the Philipines, talking about a foreign women that was raped.

Canada: “It turns me on when you’re direct.” Parliamentary member in Canada to MP Michelle Rempel.

France: “She had chosen the dress she was wearing so we wouldn’t listen to what she was saying.” French MP Patrick Balkany on wolf-whistling the housing minister.

Italy: “People will vote for Daniela Santanchè because she is a beautiful babe.” Former Italian prime minister Silvio Berlusconi, 2008

Brazil: “You don’t deserve to be raped” and “She doesn’t deserve it because she is very bad, because she is very ugly, it’s not my type, I will never raped her. I am not a rapist, but if I was I wouldn’t rape her because she does not deserve it.” Jair Bolsonaro, Brazil’s President to and talking about deputy Maria do Rosário (PT-RS)

UK: “Shut up Menschkin. A good wife doesn’t disagree with her master in public and a good little girl doesn’t lie about why she quit politics.” Labour MP Austin Mitchell to Louise Mensch

Chile: “When a politician says yes, he means maybe, when he says maybe, he means no, and if he says no, he’s not a politician, When a lady says no, she means maybe, when she says maybe, she means yes, and if she says yes, she’s not a lady.” Chilean president Sebastián Piñera at the close of a summit of heads of state in Mexico.

Como mulheres, por vezes ouvimos que o feminismo já não é necessário. O voto é nosso, dizem eles, temos o poder.
Então, decidi reunir algumas citações de políticos (actuais ou da última década), que mostram não apenas a importância do feminismo, como a necessidade das mulheres na política. O sexismo não é anormal, ou raro. Não possui religião, partido político ou nacionalidade. O sexismo está tão enraizado na política que estas citações foram ignoradas e estes homens continuaram em cargos políticos. Estes são os homens que escrevem as nossas leis (em diferentes países) e pedem o nosso voto:

USA:
“Só quero dar uma atenção às mulheres! Vocês tem direitos! O direito de cozinhar e o direito de limpar. Hoje é domingo e os playoffs da NFL estão a chegar! Eu sugiro que vocês pare de protestar durante este tempo. Porque você também tem o direito de levar uma chapada! “JR Doporto, vereador de Carlsbad, Novo México
“Eu entendo que elas sentem que é o corpo delas. Sinto que é um corpo separado – o que eu digo é que vocês são um” hospedeiro”.” Representante do estado de Oklahoma, Justin Humphrey, sobre uma proposta de lei em que as mulheres teriam que pedir permissão ao homem com que fizeram sexo antes do aborto.
“Algumas meninas, elas se violam tão fácil.” Roger Rivard, ex-membro da Assembleia Estadual de Wisconsin.
“Podemos fazer a assistente parlamentar sorrir para nós hoje?” O deputado estadual do Texas, Jonathan Stickland, interrompendo uma sessão.

Turquia: “Uma mulher que rejeita a maternidade, que se abstém de ficar em casa, por mais bem-sucedida que sua vida profissional seja, é deficiente, é incompleta.” Presidente Erdogan

Polónia: “as mulheres devem ganhar menos que os homens porque são mais fracas, são menores, são menos inteligentes”. Janusz Korwin-Mikke, ex-membro da UE, actualmente deputado do Parlamento na Polónia.

Filipinas: “Mas ela era tão bonita que o prefeito deveria ter sido o primeiro. Que desperdício.” Rodrigo Duterte, Presidente das Filipinas, a falar sobre uma mulher estrangeira que foi violada.

Canadá: “Excita-me quando és directa”. Membro anónimo do Parlamento no Canadá para a deputada Michelle Rempel.

França: “Ela escolheu o vestido que estava a usar para não ouvirmos o que ela estava a dizer”. O deputado francês Patrick Balkany sobre o assobio a Ministra da Habitação.

Itália: “As pessoas vão votar em Daniela Santanchè porque ela é uma ‘babe’ linda.” Ex-primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi, 2008

Brasil: “Você não merece ser estuprada” e “Ela não merece porque é muito ruim, porque é muito feia, não é do meu tipo. Não sou estuprador, mas se eu fosse, não a estupraria, porque ela não merece. ” Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil a falar sobre a deputada Maria do Rosário (PT-RS)

Reino Unido: “Cala a boca Menschkin. Uma boa esposa não discorda de seu mestre em público e uma boa menina não mente sobre por que ela deixou a política.” MP trabalhista Austin Mitchell para Louise Mensch

Chile: “Quando um político diz que sim, ele quer dizer talvez, quando ele diz que talvez, ele quer dizer não, e se ele diz que não, ele não é político. Quando uma mulher diz que não, ela quer dizer talvez, quando diz talvez quer dizer sim, e se ela disser sim, ela não é uma dama. ” O presidente chileno, Sebastián Piñera, no final de uma reunião de chefes de estado no México.